NãO SIgNAL0000.tif
NãO SIgNAL final2.tif

NãO SIgNAL

Um dos meus primeiros trabalhos em vídeo que usa a estética da arte da crueldade, ou arte cruel, fundamentado nas semelhanças das formas e suas deformidades propostas no limite da poética sacrificial, conduz a abertura desfigurante de determinadas formas, provocando o dilaceramento do olhar e criando, assim, processos relacionais de imagens e formas monstruosas sempre a arremessarem o espírito de nossos tempos à um jogo de transposições nos limites da beleza e do terror. Aqui estão os limites do horror, com imagens de destruição da floresta amazônica, passando por uma construção de imagens de carne, pele, ossos, excrementos, vísceras e o sangue, é fundamental para algumas obras

Direção: Victor de Lucca

3 Min

Produção e direção: Victor de Lucca